Indicados ao Oscar 2016: O Quarto de Jack

Indicados ao Oscar 2016: O Quarto de Jack Filmes
por

Vamos a mais um filme indicado ao Oscar 2016, que acontece no próximo domingo (28). O escolhido da vez foi O Quarto de Jack. O longa concorre em quatro categorias: além de Melhor Filme, também disputa a estatueta de Roteiro Adaptado, Melhor Atriz (Brie Larson) e Melhor Diretor (Jacob Tremblay).

O filme foi baseado no livro homônimo “Quarto”, escrito por Emma Donaghue, que também foi a responsável pela adaptação da publicação para as telonas.

No longa, conhecemos a história de Jack (Jacob Tramblay), um menino de cinco anos que vive em um quarto de 10m² com sua mãe, Joy (Brie Larson). Logo nos primeiros minutos de filme, descobrimos que Joy foi sequestrada há sete anos, e que o garoto é fruto dos abusos que sofreu de seu sequestrador, o Velho Nick.

o_quarto_de_jack

Se para Joy, o quarto é sinônimo das angústias de ter sido sequestrada e abusada, para Jack é o mundo ideal. O pequeno cria brincadeiras e interage com os objetos. Como nunca teve contato com o mundo exterior, somente pela televisão, ele pensa que tudo não passa de uma grande fantasia.

Os abusos por parte do Velho Nick continuam a acontecer, e quando Joy é visitada por seu sequestrador, o pequeno Jack dorme dentro de um guarda-roupa. Cansada com toda a situação, Joy resolve contar para o filho que existe um mundo do lado de fora da porta e a aguçar a curiosidade de Jack. Após sete anos vivendo no cativeiro, ela monta um plano para fugir dali, no qual ela precisa acreditar no filho, e também contar com a sorte.

Com algumas falhas (vou tentar não dar spoilers), o plano funciona e tanto Jack quanto Joy conseguem sair do cativeiro, e é ai que vem a segunda parte da história.  É emocionante ecativante,  a forma como foram abordadas as primeiras descobertas de Jack no mundo real. Já para Joy é difícil ter uma vida normal novamente, e isso é mostrado da maneira mais delicada e verdadeira.

O_quarto_de_jack_filme

Para mim, O Quarto de Jack foi uma surpresa muito boa. Jacob Trambly, mesmo tendo apenas nove anos, merecia muito uma indicação ao Oscar de Melhor Ator,  ou em outra categoria, pois o jogo de cena que ele faz com Brie Lanson é emocionante; o pequeno é realmente a outra ponta da história e consegue dar a Jack as emoções e reações necessárias para cada momento, sem parecer exagerado ou falso.

Mesmo se tratando de uma história tensa, o diretor conseguiu levar com leveza a história de Jack e Joy, de uma forma cativante e emocionante na dose certa. É realmente uma história tocante.

O filme estreou no Brasil no último dia 18! Confira o trailer abaixo:

Nota
10/10

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *