Os 10 momentos mais marcantes de Harry Potter (filme)

Os 10 momentos mais marcantes de Harry Potter (filme) Filmes
por

Pode não parecer, mas já faz cinco anos que não vemos Harry, Rony e Hermione nas telonas. Isso mesmo, o mundo esperou com ansiedade e no dia 15 de julho de 2011 conferiu a última parte cinematográfica da história que nos levou a acompanhar o final da saga do bruxo mais famoso do mundo, afinal Harry Potter foi um sucesso absoluto tanto nos livros quanto nos cinemas.

O último filme da saga, “Harry Potter e as Relíquias da Morte – parte 2”, foi um sucesso de bilheteria e criou para os fãs momentos que jamais serão esquecidos, como a épica batalha entre Harry e Voldemort e também segredos do passado de Snape, um personagem até então odiado que ganhou um lugar especial no coração dos Potterheads.

Foram exatamente dez anos do início dos filmes até o fechamento da históia, o que permitiu aos fãs visualizar o mundo mágico e encantador criado por J.K Rolling.

Não importa se você é Grifinória, Sonserina, Lufa-Lufa ou Corvinal, aposto que você adoraria passar pelo chapéu seletor e poder viver todas aquelas aventuras vividas em Hogwarts. Por isso, nesta data nostálgica para os Potterheads, o Popaholics separou alguns momentos inesquecíveis dessa saga que tem um lugar especial em nossos corações até hoje.

1 – A chegada a Hogwarts
No primeiro longa da série, a chegada de Harry ao castelo é maravilhosa. Afinal de contas, é a primeira vez que nos deparamos com Hogwarts e temos o primeiro contato com os personagens mágico que ali vivem e que tanto imaginamos nos livros antes. Sem contar todos os detalhes – ambientes, as aulas, os uniformes -; duvido que você nunca teve vontade de sentar no salão principal e fazer uma bela refeição.

2 – Hagrid
O gigante foi o primeiro contato que Harry teve com o mundo da mágico. Foi ele quem buscou o bruxo, lhe apresentou o Beco Diagonal, e contribuiu de alguma forma com as mais diversas confusões em que Harry, Rony e Hermione se metiam. Com um coração tão grande quanto seu tamanho, era um companheiro leal, puro e inocente. Como não amar Hagrid?

hagrid

3 – O carro voador
O carro família Wesley foi praticamente um personagem no segundo filme. Ele serviu para resgatar Harry da família Dudley, levou ele e Rony até Hogwarts (já que Dobby se encarregou de bloquear a passagem na plataforma 9 e 3/4), e isso sem contar que ele sobreviveu ao Salgueiro Lutador, livrando, mais tarde, Harry e Rony de serem perseguidos na floresta pela gigantesca aranha Aragogue (que, detalhe, era tipo um bichinho de estimação para o Hagrid).

4-  Os Gêmeos Weasley
Toda a família Weasley merece destaque nesta lista, porém, os gêmeos têm um lugar guardado em nossos corações. Divertidos e irônicos, eles eram garantia de boas risadas. Quem não se lembra do Mapa do Maroto, das inúmeras pegadinhas que eles pregavam nos alunos e de toda a bagunça que fizeram em Hogwarts depois de Dolores Umbridge ter assumido a diretoria da escola. Fica aqui também uma indignação: a morte de Fred em Relíquias da Morte – Parte II foi um soco no estômago de todos nós.

gemeos_weasley

5 – O encontro entre Harry e Sirius
No terceiro filme, Harry se vê perseguido por Sirius Black, um perigoso criminoso que fugiu de Azkaban (presídio de segurança máxima no mundo dos bruxos), mas a sequência na Casa dos Gritos lhe traz grandes revelações. Ele sempre achou que, com seus pais falecidos, não tinha lhe sobrado nenhuma família, mas, nesta cena carregada de ação, é revelado não apenas quem realmente traiu os pais de Harry, mas também a verdadeira identidade de Sirius, que na verdade é seu padrinho. O traidor sempre se tratou de Pedro Petigrew, que viveu por todo o tempo como Perebas, o rato de estimação de Rony.

6 – O torneio Tribuxo
Bruxos dos mais diversos países se reúnem numa espécie de Copa do Mundo entre escolas, que, na verdade, se trata do Torneio Tribruxo. Ele acontece no quarto livro da série e trouxe novos personagens, que logo caíram no gosto do público como Krun e Fleur, sem contar Cedrico Digory. Como não poderia deixar de ser, provas eletrizantes colocaram os competidores em situações de riscos. Quem não se lembra da primeira prova que envolvia nada mais nada menos do que dragões? Além de desafios incríveis e novos cenários, este livro traz outros dois fatos marcantes: a morte precoce de Cedrico e a primeira aparição de Voldemort encarnado em um corpo de fato.

torneio

7 – As mortes de Dumbledore, Sirius, Lupin, Snape e Doby
Eita saga pra ter morte! Nenhum desses personagens acima mereciam o destino que tiveram. Acho difícil escolher a mais emocionante, mas posso dizer que, entre todas, a de Dumbledore foi a que menos me causou comoção.

A morte de Sirius Black foi extremamente prematura. O personagem surgiu no terceiro livro e em A Ordem da Fênix, quinto livro da série, durante uma batalha contra Bellatrix Lestrange, fo atingido pela maldição da morte, Avada Kedavra. Acho que, assim como eu, todo mundo esperava que o Harry pudesse ter um novo lar com seu padrinho.

Outro que também que não merecia esse destino cruel era Remo Lupin. O lobisomem, que tinha o apelido de Aluado entre os Marotos, ganhou vários fãs no terceiro livro da série como o simpático professor de Defesa Contra Artes das Trevas. Sua morte é causada por um duelo com o comensal Antônio Dolohov durante a Batalhe de Hogwarts.

E o que falar de Doby? O elfo doméstico foi um fiel escudeiro de Harry e morreu ajudando seu amigo. Quem não se emociona com o enterro de Doby deve rever seus conceitos de fã.

A morte de Snape também surpreendeu e marcou. Odiado praticamente durante toda a série por implicar com Harry, descobrimos que no fim das contas tudo se resumia à paixão que ele tinha por Lilian Potter, mãe de Harry, e que, na verdade, ele sempre tentou proteger o menino.

8 – O roubo a Gringotes
Que sequência! O roubo ao banco de Gringotes contou com uma chuva de efeitos especiais, teve dragão, poção Polissuco, carrinhos desgovernados e duendes irritados. É incrível lembrar de alguma sensações que essa parte do filme nos causa, como quando os tesouros do cofre de Bellatrix começam a duplicar, triplicar, quadruplicar e a claustrofobia e o desespero começam a atingir tanto os personagens quanto nós mesmos; e do alívio quando Hermiono tem a brilhante ideia de libertar o dragão para tentar um fuga.

9 –  O beijo entre Rony e Hermione
Muita gente achava que Hermione deveria ficar com Harry. Porém, desde o Cálice de Fogo, os fãs torceram para que Rony percebesse que era dele que ela gostava. Foram muitos desencontros, até que dentro da Câmara Secreta, no último filme, os dois se beijaram depois de conseguirem destruir uma das Horcrux e levaram os fãs à loucura em cinemas de todo o mundo.

rony_hermione

10 – A batalha final
A Batalha de Hogwarts tem inúmeras cenas memoráveis. Quando Molly Weasley mata Bellatrix Lestrange, por exemplo, cada potterhead assistindo provavelmente vibrou muito; quando Harry finge estar morto e pula do colo de Hagrid logo após o discurso corajoso de Neville também não dá pra deixar de citar. Mas, a cena da batalha entre Voldemort e Harry, que só foi acontecer no último filme, foi realmente de arrepiar qualquer fã. Cheia de efeitos especiais e uma carga emocional pesada, eles duelaram (e como duelaram!) e protagonizaram uma sequência inesquecível. Destaque para quando os feitiços que saem de suas varinhas – feitas de um mesmo material- se cruzam no ar. Bom, eles sabiam, não é mesmo?! Um não poderia viver, enquanto o outro sobrevivesse.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *