Resumão: Oscar 2016

Resumão: Oscar 2016 Filmes
por

Na madrugada desta segunda-feira (29), os integrantes da Academia, que premiam os melhores concorrentes ao Oscar, devem ter ido dormir com a sensação de dever cumprido. Foi nesta edição que, depois de 6 vezes indicado, Leonardo DiCaprio desencantou, por assim dizer, e levou pra casa a estatueta de Melhor Ator por seu papel em O Regresso.

O feito acabou com uma parte importante da zoeira da internet. Mas, como a gente bem sabe ela não tem limites, então não vai ser muito difícil achar um meme pro próximo ano.

No quesito Melhor Filme, Spotlight foi o grande vencedor. O filme que traz no elenco Rachel McAdams, Mark Ruffalo, Michael Keaton e Stanley Tucci é baseado em um episódio real e conta a história de uma equipe de jornalismo investigativo do jornal Boston Globe que desvenda mais de 90 casos de pedofília entre os padres de Boston. A equipe realmente existiu e os casos de pedofília na igreja católica em Boston foram um escândalo na época. Inclusive, o verdadeiro Michael Rezendes, papel de Mark Ruffalo no longa, estava presente na plateia da premiação.

O filme dirigido por Tom McCarthy também venceu como Melhor Roteiro Adaptado e realmente mereceu as estatuetas que levou. Conforme falamos em sua resenha, ele traz tanto história quanto personagens muito fortes e cheios de profundidade. É do tipo que te faz refletir por horas depois de assistir, e isso só um roteiro brilhante encenado por atores escolhidos a dedo pode fazer.

oscar_melhor filme

Em número de prêmios, o recordista da noite foi Mad Max – Estrada da Fúria. O filme levou seis estatuetas, todas de prêmios técnicos. Muito justo em vista da perfeição de detalhes com que o filme foi montado. Figurino, maquiagem, produção… nada deixa a desejar no longa de George Miller.

As categorias de Melhor Atriz e Melhor Atriz Coadjuvante, que premiaram Brie Larson (O Quarto de Jack) e Alicia Vikander (A Garota Dinamarquesa), respectivamente, não poderiam ser mais ovacionadas. Ambas esbanjaram talento em seus papéis e, por mais incrível que Eddie Redmayne esteja no papel de Lilli, em A Garota Dinamarquesa, não dá pra negar que Alicia Vikander tem um crédito maior pela força de muitas da cenas.

Na categoria de Ator Coadjuvante, a Academia surpreendeu e deu a estatueta para Mark Rylance, por conta de seu papel em Ponte dos Espiões. Outra grande surpresa da noite foi o documentário Amy, que contrariando as expectativas (por já ser badalado), levou Melhor Documentário. Aqui fica a dica, se você ainda não viu, corre pra ver no Netflix.

Já a grande decepção da noite, sem dúvida foi a quantidade de prêmios ganhos por O Regresso. Concorrendo a 12 categorias, o longa Iñarritú levou apenas 3 estatuetas para casa, inluindo a que nomeou DiCaprio melhor ator.

A maior polêmica da noite foi o debate em torno da falta de atores negros nomeados este ano. O assunto já havia gerado debate e o posicionamento de alguns atores negros na mídia que em boicote não compareceram à cerimônia. No entanto, Chris Rock, o anfitrião da noite, usou sua colocação para incomodar (no melhor sentido da palavra) a Academia e, de forma irônica, fazer piada sobre o assunto. O apresentador se mostrou contra o boicote e com o poder da palavra pediu aos atores negros mesmas oportunidades de papéis que os brancos recebem.

Houve quem não gostou ou achou pouco eficaz os métodos de protesto de Chris Rock, mas que ele deixou alguns sorrisos amarelos serem filmados pela câmera, ah, isso deixou!

Esse foi o Oscar 2016! Com direito a Leo recebendo seu Oscar com todos o aplaudindo de pé.

Parabéns, Leo! (E que venha a próxima zuera da internet.)

Abaixo a lista completa de vencedores.

tumblr_mnu5h5zgaf1rnjh5ho1_500

Melhor Filme
“A Grande Aposta”
“Ponte dos Espiões”
“Brooklyn”
“Mad Max”
“Perdido em Marte”
“O Regresso”
“O Quarto de Jack”
“Spotlight”

Melhor Ator
Bryan Cranston (“Trumbo”)
Matt Damon (“Perdido em Marte”)
Leonardo DiCaprio (“O Regresso”)
Michael Fassbender (“Steve Jobs”)
Eddie Redmayne (“A Garota Dinamarquesa”)

Melhor Atriz
Cate Blanchett (“Carol”)
Brie Larson (“O Quarto de Jack”)
Jennifer Lawrence (“Joy”)
Charlotte Rampling (“45 anos”)
Saoirse Ronan (“Brooklyn”)

Melhor Diretor
Alejandro G. Iñarritu (“O Regresso”)
Tom McCarthy (“Spotlight”)
George Miller (“Mad Max: A Estrada da Fúria”)
Adam McKay (“A Grande Aposta”)
Lenny Abrahamson (“O Quarto de Jack”)

Melhor Atriz Coadjuvante
Jennifer Jason Leigh (Os Oito Odiados)
Rooney Mara (Carol)
Rachel McAdams (Spotlight)
Alicia Vikander (A Garota Dinamarquesa)
Kate Winslet (Steve Jobs)

Melhor Ator Coadjuvante
Christian Bale (A Grande Aposta)
Tom Hardy (O Regresso)
Mark Ruffalo (Spotlight)
Mark Rylance (Ponte dos Espiões)
Sylvester Stallone (Creed – Nascido para Lutar)

Melhor Animação
“Anomalisa”
“O Menino e o Mundo”
“Divertida Mente”
“Shaun, o carneiro”
“Quando estou com Marnie”

Melhor Filme Estrangeiro
“Embrace of the Serpent” (Colômbia)
“Cinco Graças” (França)
O filho de Saul” (Hungria)
“Theeb” (Jordânia)
“A War” (Dinamarca)

Melhor Trilha Sonora
“Ponte dos Espiões”
“Carol”
“Os 8 Odiados”
“Sicario”
“Star Wars”

Melhor Roteiro Adaptado
“A Grande Aposta”
“Brooklyn”
“Carol”
“Perdido em Marte”
“O Quarto de Jack”

Melhor Roteiro Original
“Ponte dos Espiões”
“Ex Machina”
“Divertida mente”
“Spotlight”
“Straight Outta Compton”

Melhor Design de Produção
“Ponte dos Espiões”
“A Garota Dinamarquesa”
“Mad Max”
“Perdido em Marte”
“O Regresso”

Melhor Fotografia
“Carol”
“Os Oito Odiados”
“Mad Max”
“O Regresso”
“Sicario”

Melhor Figurino
“Carol”
“Cinderela”
“A Garota Dinamarquesa”
“Mad Max”
“O Regresso”

Melhores Efeitos Visuais
“Ex Machina”
“Mad Max”
“Perdido em Marte”
“O Regresso”
“Star Wars”

Melhor Montagem
“A Grande Aposta”
“Mad Max”
“O Regresso”
“Spotlight”
“Star Wars”

Melhor Edição de Som
“Mad Max”
“Perdido em Marte”
“O Regresso”
“Sicario”
“Star Wars”

Melhor Mixagem de Som
“Ponte dos Espiões”
“Mad Max”
“Perdido em Marte”
“O Regresso”
“Star Wars”

Melhor Curta de Animação
“Bear Story”
“Prologue”
“Sanjay’s Super Team”
“We can’t live without Cosmos”
“World of Tomorrow”

Melhor Curta de Live Action
“Ave Maria”
“Day One”
“Everything will be okay (Alles Wird Gut)”
“Shok”
“Stutterer”

Melhor Cabelo e Maquiagem
“Mad Max” 
“The 100-year-old man who climbed out the window and disappeared”
“O Regresso”

Melhor Documentário
“Amy”
“Cartel Land”
“The Look of Silence”
“What Happened, Miss Simone?”
“Winter on Fire: Ukraine’s Fight for Freedom”

Melhor Documentário de Curta-metragem
“Body Team 12″
“Chau, beyond the lines”
“Claude Lanzmann: Spectres of the Shoah”
“A Girl in the River: The Price of forgiveness”
“Last day of freedom”

Melhor Canção Original
“Earned It” (“Cinquenta Tons de Cinza”)
“Manta Ray” (“Racing Extinction”)
“Simple Song #3″ (“Youth”)
“Writing’s On The Wall” (“007 Contra Spectre”)
“Til It Happens To You” (“The Hunting Ground”)

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *